Revista VIDA RURAL - Orgulho de ser do campo

Milho

Mato Grosso do Sul é o 14º maior produtor de milho do mundo

A colheita do milho segunda safra em Mato Grosso do Sul já está na etapa final. De acordo com o Siga/MS (Sistema de Informações Geográficas do Agronegócio) a previsão é que sejam colhidas 8,65 milhões de toneladas do grão. Para se ter uma ideia deste resultado se o Estado fosse um país estaria entre os 14 maiores produtores do Mundo. Segundo o relatório atualizado do USDA (sigla em inglês para Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) os onze maiores produtores do mundo são: Estados Unidos, China, Brasil, União Europeia, Argentina, Ucrânia, Índia, México, Rússia, Canadá, África do Sul, Indonésia e Nigéria (conforme tabela ao lado). Tomando como base essas informações, Mato Grosso do Sul, caso fosse um país, estaria em destaque no ranking mundial. As informações do Projeto SIGA-MS, o Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio implantado pela Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) em parceria com entidades de produtores rurais (Famasul e Aprosoja), revelam ainda que a área destinada ao plantio do milho está prevista em 1,895 milhão de hectares e produtividade média de 76 sacas por hectare. Para o secretário de Gestão Estratégica, Eduardo Côrrea Riedel, este indicador revela a importância do setor produtivo para a economia do Estado. “A expectativa de uma colheita positiva mostra a superação do agronegócio mesmo diante da pandemia. O agro não para e isso se deve tanto ao perfil da atividade, de baixa densidade demográfica, como devido ao empreendedorismo do produtor rural sul-mato-grossense”. “A previsão é chegar a 9 milhões de toneladas colhidas”, considerou, ressaltando que a estimativa era de colher 8,650 milhões de toneladas de milho”, ressalta o presidente da Aprosoja/MS, André Dobaschi

Milho: negócios no spot nacional são pontuais

Produtores, por sua vez, limitam o volume ofertado no spot, com as atenções voltadas ao clima, ao maior ritmo das exportações e à entrega de lotes comercializados antecipadamente. Além disso, segundo informações do Cepea, vendedores acreditam que parte dos demandantes volte ao mercado em breve, devido à finalização de estoques.

Clima favorece final da colheita do milho em MS

A elevação da temperatura, aliada à baixa umidade e ausência de chuvas fez acelerar a colheita do milho nas regiões em que a cultura foi plantada mais tarde e ainda não havia sido retirada. Com isso, os trabalhos no campo ganharam intensidade na última semana e a safra do milho 2019/2020 se aproxima do final, sendo mantida a projeção de uma produção geral de 8,65 milhões de tonelada com produtividade média de 76 sacas por hectare.

Treinamento enfatiza boas práticas agrícolas e produção sustentável

O objetivo do encontro foi promover uma atualização e o alinhamento com os profissionais, enfatizando as melhores práticas agrícolas para uma lavoura sustentável, que integra desde a compra dos produtos até o descarte correto das embalagens vazias. Esta foi a primeira fase da atualização, com conteúdo exclusivamente teórico. Em um segundo momento, quando for viável e seguro para todos os participantes, será realizada a parte prática, de forma presencial.