Revista VIDA RURAL - Orgulho de ser do campo
Home > Tecnologia > Formação online é alternativa para quem busca qualificação e otimização do tempo

Formação online é alternativa para quem busca qualificação e otimização do tempo

Flexibilidade, acessibilidade, interatividade, conteúdo e certificação são apenas algumas das características do ensino a distância, modalidade em pleno crescimento no Brasil. Um monitoramento do controle da qualidade de aprendizagem feito pelo Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes), mostra equivalência de 41,7% no nível de conhecimento específico dos cursos nos formatos remoto e presencial. Este é o tema da editoria Mercado Agropecuário desta segunda-feira (06). 

O levantamento corresponde ao ciclo avaliativo de três anos, com divulgação de dados no ano de 2018.  

De acordo com o professor, especialista em psicologia da comunicação, João Vianney, alguns fenômenos provocam a migração de alunos, entre eles o custo. “As mensalidades de EAD custam 70% menos do que o presencial. Então, os alunos se perguntam: se o meu curso pode ser feito online e com as mesmas condições, por qual motivo eu continuaria pagando mais e me deslocando para as aulas?”, comenta. 

Com a pandemia da Covid-19, o uso de tecnologias no compartilhamento de informações ganha ainda mais força. “Todos os meios e métodos para fazer chegar à educação são utilizados. As ferramentas digitais dão apoio ao trabalho dos professores e facilitam o aprendizado dos alunos. Quem não dominar este cenário, ficará ultrapassado”. 
O nível de exigência, avaliações, programação exige disciplina dos alunos. A gestão de tempo e a capacidade de interação com os outros participantes e professores, além de desenvolver habilidades importantes para a vida profissional, potencializam o conhecimento. 

Ficou interessando no assunto? Vamos conversar mais sobre o ensino a distância na live desta terça-feira (07), no canal do Sistema Famasul: Youtube.com.br/SistemaFamasul e no Facebook @SistemaFamasul. O encontro virtual será apresentado pelo superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan, tendo o professor João Vianny como convidado. A transmissão começa às 18h (Horário de Mato Grosso do Sul).

Fonte: Famasul

Artigos relacionados
De pai para filho: quando a paixão pelo campo ultrapassa gerações
Mapa orienta proteção de cultivares de milho
Preço do leite ao produtor registra forte aumento em julho e deve seguir em alta


Deixar um comentário