Revista VIDA RURAL - Orgulho de ser do campo
Home > Pecuária > Suínocultura > Produção de defumados e embutidos com a proteína de suínos agrega valor na atividade em MS

Produção de defumados e embutidos com a proteína de suínos agrega valor na atividade em MS

O salame é um dos mais pedidos no petisco e o bacon faz toda diferença na feijoada. Você pode pensar que não, mas produzir essas iguarias não é coisa de outro mundo. Com o curso de Produção Artesanal de Embutidos e Defumados do Senar Mato Grosso do Sul, você aprende a preparar esses e outros itens usando como ingrediente principal a carne suína. A capacitação é gratuita e tem carga horária de 24 horas. Este é o assunto da editoria #EducaçãonoCampo desta quarta-feira (12).

Com a capacitação é possível agregar valor ao produto. “Ao invés de oferecer unicamente a proteína in natura, o pequeno suinocultor pode valorizar ainda mais sua atividade, ampliando as possibilidades com a fabricação de linguiça, salame, bacon, lombo, pernil, copa, entre outros embutidos e defumados”, explica o instrutor do Senar/MS, Francisco Ferreira. Ele ressalta que, com esta mão de obra, o produtor tem maior rentabilidade na propriedade, com cada peça comercializada.

O resultado de qualidade dos produtos está diretamente ligado à escolha da matéria-prima. “Todo o processo vai depender da escolha do animal, que deve ser inspecionado e ter bom histórico na criação. Por isso, buscar informações sobre a origem do suíno é sempre importante”, acrescenta.
 
A programação do curso inclui aplicação de recomendações técnicas, normas de qualidade, segurança e higienização. “Reforçamos temas como a validade e os cuidados necessários com itens industrializados. A dica para que os defumados tenham maior durabilidade é armazenar em local adequado ou congelar o produto”.

Os alunos recebem capacitação sobre as peças de carnes, métodos de curas, técnicas de abate, boas práticas de manipulação, produção de linguiça frescal e portuguesa, apresuntado, técnicas de cozimento, métodos de defumação da carne suína, mas também usando técnicas específicas para o peixe e o frango.

Fonte: Famasul

Artigos relacionados
Setor de máquinas tem melhor desempenho do ano
Embrapa lança nova cultivar de feijão carioca de alta produtividade
Nova plataforma permite o registro gratuito de tratores e máquinas agrícolas


Deixar um comentário