Revista VIDA RURAL - Orgulho de ser do campo
Home > Agricultura > Soja > APESAR DE COLHEITA EM RETA FINAL, SOJA SEGUE COM PREÇOS FIRMES

APESAR DE COLHEITA EM RETA FINAL, SOJA SEGUE COM PREÇOS FIRMES

Mesmo com as atividades de colheita de soja na reta final em algumas regiões do Brasil acompanhadas pelo Cepea e a produtividade elevada, os valores continuam em alta. Esse cenário está atrelado à valorização do dólar e à firme demanda externa. No acumulado de março (de 28 de fevereiro a 13 de março), os Indicadores ESALQ/BM&FBovespa da soja Paranaguá (PR) e CEPEA/ESALQ Paraná registraram avanços de 2,58% e 3,6%, com respectivos fechamentos a R$ 92,18/sc de 60 kg e a R$ 85,89/sc nessa sexta-feira, 13. Em Goiás, cerca de 80% da área já foi colhida, de acordo com levantamento do Cepea. Em Mato Grosso do Sul, a colheita passa de 70% e, em São Paulo, de 60%. Quanto ao dólar, finalizou a R$ 4,852 nessa sexta, 4,8% superior ao da sexta-feira anterior e recorde nominal, cenário que segue favorecendo as exportações brasileiras.

Fonte: Cepea

Artigos relacionados
Soja: desvalorização internacional e queda do dólar pressionam valores no br
China é o destino de 79% da produção de soja exportada pelo Mato Grosso do Sul
Levantamento de grãos confirma produção acima de 250 milhões de toneladas na safra 2019/2020


Deixar um comentário